quarta-feira, junho 15, 2005

15/06/05

7 Chamadas não atendidas.
Esperaste que me fosse embora? Foi mais fácil para ti telefonar sabendo que eu não ia atender?
E agora, desististe?
Será por sentir tanto a tua falta que me entrego ao primeiro que me dá atenção?
Será que é consciente esta felicidade estranha por estar a apaixonar-me por outra pessoa para te esquecer?
Já estavas tão longe da minha cabeça quando assim que saí do avião vi as tuas chamadas…ou se calhar liguei o telemóvel só na esperança de as ver.

Diverti-me muito nesta viagem e aproveitei cada momento mas no fim só ficou a sensação de vazio, como se tudo lá tivesse ficado…

Sinto-me baralhada, por um lado quero viver tudo e por outro apetece-me parar, descansar.
Sinto que não quero ninguém e ao mesmo tempo quero-te tanto. Quero tanto dormir contigo, rir contigo, acordar-te de manhã cedo e abraçar-te com força.

Tenho medo de me estar a apaixonar outra vez, mas não vou fugir, não por tua causa.

Não mereces!

15/06/05

How could an angel break my heart ?
Why didn't he catch my falling star ?
I wish I didn't wish so hard
Maybe I wished our love apart
How could an angel break my heart?