quarta-feira, agosto 10, 2005

...



Tenho sonhado muito ultimamente…ás vezes acordada, outras nem por isso.

Cheguei a tua casa cansada… Abri a porta e um caminho de velas vermelhas iluminava-me o caminho. Desciam as escadas direitinhas para o teu quarto. Segui-as enquanto te chamava mas tu não respondias…Entrei no quarto, mais velas á volta da cama. Tu apareceste por trás de mim e abraçaste-me.Com aquela força. Despiste-me muito devagarinho como nunca tinhas feito e não tiraste os teus olhos dos meus. Deitaste-me na cama. Senti um cheiro suave a perfume, fechei os olhos. Espalhaste óleo pelo meu corpo, a tua respiração estava ofegante mas tu controlaste-te. A massagem parecia durar uma eternidade…estava a gostar mas queria mais! De frente para mim, olhaste-me nos olhos, tão fundo que de certo viste o que me ia na alma e no coração. Não precisaste de o dizer, eu senti.
E pela primeira vez em tantos meses, fizemos amor. Foi amor porque no fim vi que nos teus olhos também havia lágrimas…aquelas que nos caem sem querermos tal é a emoção e a felicidade que sentimos.